Menina de seis anos cria loja virtual para vender desenhos.

pequena-empreendedora

Renata Barrios tem apenas seis anos, mas já tem uma visão empreendedora. A menina moradora de São Caetano, em São Paulo, desenha desde os dois anos de idade. Depois de seus desenhos ganharem dois prêmios na escola, ela decidiu compartilhar sua arte e ganhar dinheiro abrindo uma loja virtual e hoje disponibiliza quase 30 desenhos diferentes. A mãe, Raquel Barrios explica que a ideia foi da criança. “Ela sempre quis. Passou o ano todo falando para eu abrir uma loja virtual e vender os desenhos. Quando eu abri e começou a chegar pedidos, ela ficou eufórica. Para ela não é brincadeira, é um trabalho. Ela se vê como uma empreendedora”.

Com preço simbólico de R$ 2 cada desenho e sem frete, a mãe cuida da loja virtual, mas sempre com Renata do lado, que dá palpites em tudo e acompanha o fluxo de pedidos e os desenhos que são colocados. A ideia é que o dinheiro arrecadado vá para a poupança da criança e seja utilizado para os estudos dela no futuro. Segundo a mãe, Renata acredita que o e-commerce é uma oportunidade das pessoas, não só comprarem seus desenhos, mas também conhecerem seu trabalho e futuramente criar uma exposição de arte. A menina recria imagens de desenhos animados e também da sua própria imaginação, além de dar nomes as obras. “É uma forma dela se comunicar, tudo que ela sente ela coloca em desenho”, explica a mãe.

Para Adriano Caetano, diretor da Loja Integrada, plataforma gratuita que está hospedando a loja “Desenhos da Rê”, esse é o exemplo da inclusão digital no e-commerce brasileiro. “O mercado já foi resistente ao empreendedorismo digital, mas hoje até as crianças já podem participar deste movimento. É algo sensacional ter uma ferramenta que incentiva o empreendedorismo em qualquer etapa da vida e de forma tão acessível”, explica. O próprio Adriano deu os primeiros passos como empreendedor ainda na infância. “Ganhei meu primeiro dinheiro brincando de vender frutas no sítio da minha avó quando tinha 8 anos”, afirma.