Hoje o BlueBus publicou um post sobre a decisão de Marcello Serpa de tirar umas férias do Twitter. Sua decisão, segundo informa o blog, aconteceu pois ele se cansou de “ficar pensando vinte vezes antes de escrever qualquer coisa”.

Confesso que já passei por esta sensação inúmeras vezes. Começo a escrever um post no blog e desisto no meio do caminho. Escrevo um Tweet e depois apago. Antes de publicar algo em definitivo, seja neste Blog ou no Twitter, penso se ele terá alguma utilidade, nem que seja para apenas um leitor. Se for, a publicação já valeu a pena. Procuro também não ofender ninguém. Se for para criticar, procuro apenas argumentar, sem partir para o lado pessoal.

Em um artigo de Francisco Edílson Leite Pinto Junior, ele diz:

“As palavras, sem dúvida, são armas poderosas. Tão poderosas, que existe um provérbio, árabe, que diz algo parecido com: “o machado corta a árvore; a faca corta a carne, mas nenhuma delas fere mais do que as palavras, pois estas ferem a alma”. E olha que para ferir, as palavras nem precisam ser inteiras: “A bom entendedor, dizia Cervantes, meia palavra basta”.”

Não me arrependo de nada que publiquei até hoje, da mesma maneira que não me arrependo de nada que desisti de publicar. Férias do Blog ou do Twitter? Hoje não, obrigado.