Para que vocês possam entender o título deste post vou contar duas histórias para vocês.

Primeira história:
A bebê de um amigo por 3 noites seguidas ficava com febre antes de dormir. A febre variava entre 37,5 e 38,5 e ocorria apenas durante a noite. Consultou a sua pediatra de confiança por telefone e fez o tratamento recomendado. No terceiro dia, como a situação não mudou, foi até o consultório para que a bebê fosse examinada. Uma consulta rápida, não mais que 10 minutos, verificou que não era otite, não era dor de garganta, nem nada mais grave. Apenas uma virose que melhorou no dia seguinte. Valor da consulta: R$ 410,00.

Segunda história:
Um amigo funcionário de uma grande empresa foi demitido junto com outras dezenas de funcionários e prontamente procurou um advogado para que seus direitos fossem respeitados e para que a empresa lhe pagasse todos os valores que devia. Indicado a um advogado, marcou uma hora para ser atendido e em pouco tempo, devido à experiência do advogado em assuntos como este, já estava com todas as informações necessárias para dar prosseguimento ao processo. O atendimento durou cerca de 1 hora. Valor da consulta: R$ 200,00.

Porque contei estas histórias? Simples… para dizer que você, que é profissional e domina algum assunto da sua área, não tenha vergonha de cobrar quando alguém lhe pedir uma consulta sobre um assunto no qual ele será beneficiado. Não seja tão bonzinho. Não tenha medo nem vergonha de cobrar pelo seu conhecimento.

Ha muitos anos amigos, amigos de amigos, parentes, desconhecidos, entre outros, me procuram para pedir opiniões, dicas, ajuda, etc, para assuntos profissionais de internet. No final era um “muito obrigado, você me ajudou demais! não sabia que eu poderia resolver este problema de forma tão simples…”.

(Penso comigo: MUITO OBRIGADO O CACETE! Tenho contas pra pagar, estudei e investi para chegar aonde estou e a conta será enviada por boleto e chegará no seu email em até 24 horas)

Sei que muita gente se deu bem graças às minhas ajudas, às minhas consultorias. Por isso pergunto:

  • Quando você vai ao médico você age dessa maneira?
  • Quando você vai ao advogado você age dessa maneira?
  • Então porque comigo será diferente? Cobre!

O pagamento, obviamente, não precisa ser com dinheiro. Pode ser uma permuta e às vezes não cobrar é uma das formas de conquistar um novo cliente, afinal, se a opinião o ajudar, ele voltará mais vezes e aí sim poderei cobrar. Aliás, permuta é algo bem interessante, pois você pode resolver um problema e o seu cliente / parceiro, pode resolver o seu problema. Isso é super legal e eu incentivo sempre!

Isso não é um desabafo. Isso é um alerta para grandes amigos que estão cometendo o erro de trabalhar de graça (eu inclusive em alguns casos) e para que seus conhecimentos sejam valorizados.