Facebook é condenado a pagar R$ 20 mil por vazar dados de um homem no aplicativo LuLu sem prévia autorização.

O Facebook terá de pagar R$ 20 mil de indenização a um usuário que teve seus dados colocados no aplicativo Lulu e foi avaliado por mulheres. A sentença da 2ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) foi de encontro à adotada em março pela Justiça de São Bernardo, mas ainda cabe recurso. O Lulu é um aplicativo que permite que as mulheres deem notas aos homens e tem causado, polêmica já que o programa puxava os dados dos amigos das usuárias do Facebook sem autorização. O caso envolve um homem que teve suas informações do Facebook vazadas no Lulu sem qualquer tipo de consentimento ou autorização prévia.